Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

21 Anos ao serviço das paróquias de Sanfins do Douro e Alijó

Após 21 anos ao serviço das Paróquias de Sanfins do Douro e Alijó, e depois de muita insistência, nomeadamente por motivos de saúde, o senhor P. Real viu o seu lugar de Pároco ser preenchido pelos jovens padres José Aires e Pedro Rei, que, em conjunto, vão tomar conta de 6 paróquias, entre elas, as […]

Após 21 anos ao serviço das Paróquias de Sanfins do Douro e Alijó, e depois de muita insistência, nomeadamente por motivos de saúde, o senhor P. Real viu o seu lugar de Pároco ser preenchido pelos jovens padres José Aires e Pedro Rei, que, em conjunto, vão tomar conta de 6 paróquias, entre elas, as atrás referidas.

Reconhecendo o trabalho realizado ao longo destes 21 anos, nomeadamente na consolidação de uma vivência cristã saudável; na aposta que fez na juventude, criando o grupo de Escuteiros, o grupo de Jovens e o grupo coral, que tanto têm valorizado a vida desta comunidade; e na recuperação e conservação do vasto património religioso, a Paróquia de Sanfins do Douro vai promover, em colaboração com as entidades civis, um almoço de homenagem ao P. José Real, no próximo Domingo, pelas 13 horas, no Santuário de Nª Sª da Piedade, seguido de missa campal, comunitária.

Esta homenagem, a que se associam diversas instituições da freguesia e o povo em geral, conta também com a presença de entidades civis e uma expressiva representação do clero Diocesano.

Entretanto, já no passado Domingo decorreu a apresentação dos novos Párocos, numa cerimónia linda, repleta de gente, e em que a presença dos Escuteiros e da Fanfarra dos Bombeiros, bem como dos estandartes do grupo de Zés Pereiras, do Rancho Folclórico e da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários, foram a afirmação, pela positiva, de que os senhores padres podem contar com as forças vivas da paróquia e da freguesia.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.