Domingo, 1 de Agosto de 2021
©Arquivo VTM

7º Congresso Internacional de Antropologia na UTAD

De 27 a 30 de julho, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) recebe o 7º Congresso Internacional de Antropologia, organizado em conjunto com a Associación de Antropólogos Iberoamericanos en Red (AIBR)

-PUB-

Os trabalhos, que decorrerão em sistema online e presencial na Aula Magna da UTAD, contam com cerca de 600 participantes. Entre os países envolvidos figuram Portugal, Espanha, Perú, México, EUA, Alemanha, Argentina, Colômbia, Brasil, República Dominicana, República Checa e Venezuela. 

O lema do Congresso, “Humanidade: Unidade e Diversidade”, procura ser uma chamada ao reconhecimento da “Diversidade” como aquilo que nos liga, que nos vincula como seres humanos. Há séculos que a Antropologia se dedica a explorar essa “Diversidade”, e à medida que se descobriam novas realidades humanas, tal como ocorre nestes tempos de pandemia global, torna-se forçoso reinventar o significado de tal conceito, tal como vem sucedendo com muitos outros conceitos, como os de ciência ou evolução, sobre os quais a sociedade ocidental construiu alguns dos seus mais fanáticos atos de fé.

A sessão de abertura está marcada para as 13h45 do dia 27, na Aula Magna, a que se seguirá a conferência inaugural pela antropóloga Kath Weston, da Universidade de Virgínia, sobre o tema “Etnografia contrafactual: Imaginar o que implica viver de outra forma”, que terá transmissão ao vivo, via UTAD TV (https://utadtv.utad.pt/live/).

Mais informação em
http://2021.aibr.org/pt/

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.