Sábado, 16 de Outubro de 2021

A Luz do Natal

A festa do Natal arrasta-nos espontaneamente para a atenção aos mais pobres e os doentes, aos idosos e crianças, e bom será que, neste ano de graves carências económicas, esse cuidado ocupe um lugar de relevo. Todavia, tanto num ambiente de austeridade como de abundância, a festa do Natal é indispensável, é a festa da luz do mundo.

-PUB-

Em muitas aldeias transmontanas mantém-se a tradição de acender um enorme braseiro na noite de Natal que arde toda a noite e afasta o frio e a escuridão. Esse costume pode aproximar-nos do texto bíblico da narração do Nascimento de Jesus: os pastores que guardavam os rebanhos viram-se envolvidos numa grande luz; diz ainda que por cima da cabana brilhava uma estrela, a luz que vem de cima. Os Magos chegaram ao presépio conduzidos por uma estrela; e os próprios textos das Missas desse dia falam constantemente da luz e do sol.

Esta referência à luz e ao sol nos textos da liturgia do Natal tem certamente a sua raiz histórica no esforço pastoral por

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.