Terça-feira, 28 de Setembro de 2021

A música tradicional bem viva e sempre a bombar!

Em qualquer aldeia, vila ou cidade de Trás-os-Montes festa não é festa se não sentir o retumbar, certeiro e animado, dos bombos, que animam praças, dão vida às arruadas, ritmo às procissões ou tocam ao desafio. Falar dos tradicionais grupos de bombos é homenagear a cultura popular portuguesa, que, se em várias outras manifestações artísticas pode estar a perder-se, nesta continua a despertar o interesse dos mais jovens e encher de vida as romarias

-PUB-

Fim da tarde e o sol ainda não dava sinal de tréguas e à entrada da aldeia, os músicos começam a preparar-se para mais uma atuação. Os bombos e as tarolas são colocadas ao peito, e as gaitas de foles já começam a puxar por eles. Os bonecos, cabeçudos e imponentes, são colocados sobre os ombros. E aí vão eles, ritmados, aldeia fora até ao centro, numa caminhada organizada e animada que, pela grandiosidade do som, é impossível passar despercebida a quem quer que seja. “Aí vêm os bombos!”

A Voz de Trás-os-Montes acompanhou uma atuação dos Zés Pereiras de Sanfins do Douro (Alijó), um grupo que, com mais de 70 anos de existência, é um

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.