Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022
Barroso da Fonte
Barroso da Fonte
Escritor e Jornalista. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes

Abel de Lacerda Botelho um ideólogo!

No intuito de demonstrar que os Transmontanos, onde quer que cheguem, são tão bons ou melhores do que esses que lá estão, iniciei em 1998, uma inventariação de figuras humanas que são bons argumentos para contestar os complexos com que os audiovisuais nos tratam. Já aqui disse que as televisões, por exemplo, só falam de Trás-os-Montes quando acontecem desgraças sociais, acidentes graves ou calamidades que a Natureza ali descarrega.

-PUB-

Na última crónica falei dos criativos que se impõem a nível nacional, não obstante esses órgãos fecharem os olhos a essa descriminação. O poder autárquico, louvavelmente sobrepôs-se ao poder central e criou estruturas pioneiras de que o Grémio Literário, a Academia de Letras de Trás-os-Montes e a Fundação Nadir Afonso são exemplos concretos. Aos diversos níveis sócio-profissionais temos exemplos para sobrepor a outros, de outras paragens. Seja na área científica, académica, artística, militar, religiosa ou mesmo política. Mas ocorre-me abordar este tema pela circunstância feliz de me ter cruzado com algumas figuras cimeiras do pensamento português que merecem ser trazidas ao contacto com a comunidade a que pertencem para gáudio de quem vibra com os

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.