Segunda-feira, 2 de Agosto de 2021

Aberto concurso público para obras na estação ferroviária de Mirandela

A empreitada foi posta hoje a concurso. Trata-se de um investimento de quase 2,2 milhões de euros para reabilitar o edifício votado ao abandono desde a desativação da linha do Tua.

-PUB-

A emblemática estação de comboio está abandonada há décadas e só em setembro de 2019 se alcançou o acordo que permite a reabilitação do edifício.

Desde a desativação da linha do Tua entre Bragança e Mirandela, no início da década de 1990, que todo o património ferroviário da cidade está abandonado enquanto ao lado foram construídas novas infraestruturas para o Metropolitano de Superfície, entretanto também desativado como toda a linha do Tua.

A câmara de Mirandela e a empresa Infraestruturas de Portugal (IP) celebraram um contrato de comodato que garante o usufruto de edifícios e terrenos ao município por um período de 50 anos com o compromisso de realizar obra no prazo de 36 meses (três anos). Agora, a câmara de Mirandela publicou um anúncio em Diário da República que dá um prazo de 21 dias para a apresentação de propostas para a empreitada.

Depois de adjudicada, a obra terá um prazo de 545 para estar concluída, ou seja, cerca de um ano e meio.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.