Terça-feira, 7 de Dezembro de 2021

“Académicas” para pensar o futuro do Ensino Superior

Movimento foi criado pelas associações académicas de sete universidades portuguesas com o propósito de “encontrarem de uma reflexão profunda e urgente sobre o futuro do Ensino Superior em Portugal”

-PUB-

As Associações Académicas das Universidades de Aveiro, Algarve, Beira Interior, Coimbra, Évora, Minho, Trás-os-Montes e Alto Douro lançaram um movimento associativo nacional.

O “Académicas” surge no seguimento da necessidade que estas associações encontraram de uma reflexão profunda e urgente sobre o futuro do Ensino Superior em Portugal. A indispensável adaptação e resposta aos desafios que a pandemia impôs, em muito contribuiu para a criação desta iniciativa, que promove a discussão em volta desta temática, tendo em vista uma oportunidade de mudança e evolução para aquilo que é o futuro do Ensino Superior português e as suas necessárias reformas.

As Associações Académicas destacam também a falta de interesse por parte do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior em auscultar aquilo que são as suas legítimas preocupações, uma vez que estas não foram, no momento da crise pandémica, consultadas pela tutela acerca da realidade do quotidiano das universidades, das dificuldades da comunidade estudantil ou, ainda, das soluções possíveis a tomar.  

Ainda assim, afirmam-se como solução e nunca parte do problema, mostrando-se disponíveis e cooperantes. Através de um ciclo de conferências ao longo de várias semanas, será promovida, deste modo, a reflexão de pontos como o ensino, a aprendizagem e avaliação, a participação estudantil, a ação social e financiamento e a vida nas universidades.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.