Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021

Água termal utilizada para aquecer edifícios e potenciar descarbonização

A Câmara de Chaves vai criar uma minirrede de geotermia através de um projeto-piloto que irá utilizar o calor da água termal para aquecer edifícios e, assim, promover a descarbonização, adiantou à Lusa o presidente.

-PUB-

A Câmara de Chaves vai criar uma minirrede de geotermia através de um projeto-piloto que irá utilizar o calor da água termal para aquecer edifícios e, assim, promover a descarbonização, adiantou à Lusa o presidente.

Nuno Vaz explicou que a rede irá servir 25 edifícios públicos e privados, que serão fornecidos com calor através da geotermia graças ao aproveitamento da água termal que nasce no concelho entre os 66 e os 77 graus centígrados.

A assinatura do contrato de incentivo financeiro, no âmbito da promoção da utilização de energia geotérmica, decorrerá na sexta-feira, no auditório do Balneário Termal de Chaves, no distrito de Vila Real, e contará com a presença do secretário de Estado Adjunto e da Energia, João Galamba.

O governante visita ainda os locais de captação de água e o sistema de aproveitamento geotérmico do Hotel Íbis, que constitui a mais recente ligação à atual rede geotérmica.

O projeto, que tem um valor de 850 mil euros, comparticipado em cerca de 80% por um fundo de apoio à inovação, tem um prazo de execução de um ano e está previsto arrancar ainda durante 2020, acrescentou Nuno Vaz.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.