Terça-feira, 13 de Abril de 2021

Alunos da Escola de Hotelaria do Douro-Lamego campeões nacionais no Portugal Skills 2020

Títulos foram conquistados no Campeonato Nacional de Profissões que se realizou em Setúbal.

Benedita Rua, na categoria Restaurante Bar e Mário Vingadas, na categoria Cozinha sagraram-se campeões nacionais no Portugal Skills 2020. Os dois alunos da Escola de Hotelaria do Douro-Lamego estiveram em competição entre os dias 9 e 14 de fevereiro em Setúbal, no Campeonato Nacional de Profissões, que reuniu jovens estudantes de todos o país.

Com estes títulos, Benedita e Mário candidatam-se a uma participação nos Campeonatos Europeu e Mundial das Profissões, organizados, respetivamente, pela WorldSkills Europe e pela WorldSkills International.

O Campeonato Nacional de Profissões são competições dirigidas a jovens entre os 17 e os 25 anos, que concluíram ou se encontram a frequentar um percurso de qualificação, em modalidades de educação e formação profissional, e visam demonstrar o nível individual de competências, rigor e domínio de técnicas e de ferramentas para o exercício de cada profissão a concurso, através da realização de provas práticas de desempenho avaliadas segundo critérios exigentes e de acordo com prescrições técnicas estabelecidas internacionalmente por júris compostos de peritos altamente qualificados (formadores, profissionais, empresários).

Com estes Campeonatos, visa-se aferir a eficácia da formação profissional ministrada pelos diferentes operadores, e, simultaneamente, induzir fatores de crescente qualidade, inovação e criatividade nos processos de ensino-aprendizagem.

Os Campeonatos têm lugar de 2 em 2 anos e reúnem os classificados com as melhores pontuações nas fases de pré-seleção, que disputam entre si o título de campeão nacional em cada profissão.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.