Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022
© DR

“Apadrinhar Sonhos” realiza desejos de crianças desfavorecidas

A iniciativa “Apadrinhar Sonhos” promete oferecer um Natal especial às crianças do concelho, através da realização dos seus desejos natalícios

-PUB-

Numa época marcada pela solidariedade, a comunidade teve oportunidade de apadrinhar uma das 26 bolas presentes numa árvore de Natal digital, onde estavam contidos os desejos de várias crianças. Ao carregar sobre uma das bolas da árvore, é apresentado o nome da criança e o seu pedido de presente para o Natal. Após a escolha do número da bola e a compra do presente solicitado, os presentes serão entregues a crianças integradas em agregados familiares desfavorecidos economicamente.

A recolha dos desejos dos mais novos foi realizada através da sinalização das famílias integradas na iniciativa, um trabalho desenvolvido pelas equipas de Ação Social.

Realizada pelo município de Moimenta da Beira, em parceria com o CLDS, a iniciativa pretende oferecer apoio a famílias desfavorecidas, na propagação da solidariedade e do espírito natalício.

Apesar da iniciativa terminar amanhã, todas as bolas da árvore de Natal já se encontram apadrinhadas, uma participação da comunidade que tem vindo a surpreender a organização.

Melissa Pereira, coordenadora técnica do CLDS, revela que a adesão superou as expectativas com todos os presentes reservados após dois dias da abertura da iniciativa. “A comunidade tem tido uma participação incrível, é um concelho muito solidário”, revela.

A promoção da solidariedade na época natalícia é um dos objetivos principais da iniciativa, na ajuda a famílias desfavorecidas do concelho. “Estamos a dar o espírito natalício às crianças e queremos permitir que recebam o que pediram, sendo que muitas das famílias não teriam essa possibilidade”, conclui Melissa Pereira.

A partir do próximo sábado serão entregues 26 presentes às crianças de Moimenta da Beira, que irá decorrer na Casa do Pai Natal, em frente aos Paços do Concelho.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.