Quinta-feira, 29 de Julho de 2021

Aprovado plano operacional municipal

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta de Ribeira de Pena aprovou o plano que define as linhas orientadoras de articulação entre entidades ligadas à prevenção e combate dos incêndios rurais.

-PUB-

O POM visa desenvolver um sistema de deteção e vigilância articulado e eficaz; mobilizar rapidamente os meios de combate; extinguir os incêndios na sua fase inicial, e, evitar o risco para a população, seus bens e atividades.

Nesta reunião estiveram representados a Câmara Municipal de Ribeira de Pena, os Bombeiros Voluntários de Ribeira de Pena, os Bombeiros Voluntários de Cerva, a Associação Florestal de Ribeira de Pena, o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, a Guarda Nacional Republicana através do Posto Territorial e da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro, a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT), o Conselho Diretivo dos Baldios de Alvadia, o Conselho Diretivo de Melhe, a Junta de Freguesia de Canedo, a Junta de Freguesia de Santa Marinha e a Junta de Freguesia de Salvador e Santo Aleixo de Além Tâmega.

Na sessão foram ainda apresentados os resultados da monitorização das metas e ações do Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios de Ribeira de Pena.

O planeamento e a prevenção são essenciais para minimizar o risco, sobretudo, num concelho como Ribeira de Pena, onde as características do povoamento florestal e dos aglomerados populacionais colocam grandes dificuldades às operações de proteção de pessoas e bens e de defesa dos espaços florestais, em caso de incêndio rural.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.