Sexta-feira, 17 de Setembro de 2021
© Mariana Ribeiro

Arruada contra as minas junta dezenas de pessoas em Covas do Barroso

O acampamento de cinco dias em defesa do Barroso, que moveu cerca de 300 pessoas, culminou, hoje, numa ação simbólica. Entre cartazes, palavras de ordem, cânticos, chocalhos, sacholas e bombos, reiterou-se a mensagem "Não à mina, sim à vida"

-PUB-

Após uma semana intensa que procurou construir um espaço de partilha sobre o impacto dos grandes projetos de exploração mineira na Península Ibérica, o acampamento em defesa do Barroso culminou com uma arruada pela aldeia de Covas do Barroso.

O percurso teve início no Largo Cruzeiro, junto à Capela de Nossa Senhora da Saúde. Entre cânticos, palavras de ordem, ritmos de resistência, sons de chocalhos, sacholas, bombos, guitarras, entre outros instrumentos musicais e

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.