Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Arsenalistas impõem primeira derrota ao Mirandela

Os alvinegros sofreram, no domingo, a primeira derrota para o campeonato, depois de uma deslocação difícil ao reduto do líder da série A, o Braga B

-PUB-

FUTEBOL CAMP. DE PORTUGAL — SÉRIE A

A equipa orientada por Rui Eduardo Borges conseguiu chegar ao intervalo com um nulo no marcador, resistiu enquanto pôde e foi adiando o inevitável, mas do outro lado estava uma equipa muito forte e com muita qualidade.

Os golos surgiram na segunda parte. O primeiro da autoria de Álvaro Djaló aos 60’. O jogador arsenalista respondeu a um cruzamento de Kodisang, vindo da direita, e, de cabeça, fez o 1-0. A bola sofre um pequeno desvio em Corunha, enganando o guardião alvinegro que ainda segura o esférico, mas o auxiliar a entender que o fez para lá da linha de golo.

O Braga B ainda marcou mais dois golos, já na reta final da partida. Aos 90’ Vitor Oliveira, de penalti, marcou o segundo golo dos arsenalistas e aos 90+4, mesmo ao cair do pano, Felipe Borges fixou o resultado em 3-0. O apito do árbitro veio logo a seguir, ainda os bracarenses festejavam o terceiro golo.

Com este resultado, o Mirandela cai para o quarto lugar da tabela classificativa, com 13 pontos. Quanto ao Braga B somou a oitava vitória na prova, tem por isso 24 pontos e é líder isolado. Na próxima jornada, agendada para dia 20 de dezembro, o estádio São Sebastião será palco de um dérbi transmontano, com o Mirandela a receber o Vidago, que é sétimo classificado.

FICHA DE JOGO

Jogo disputado no Complexo Desportivo de Fão

Árbitro: André Neto (AF Vila Real)

Auxiliares: Israel Lopes e Márcio

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.