Sexta-feira, 30 de Setembro de 2022

Autarca acompanhou obras na Escola Latino Coelho

O presidente da câmara municipal de Lamego efetuou uma visita de trabalho à Escola Secundária de Latino coelho para verificar o andamento das obras que visam solucionar, em definitivo, os problemas que este edifício apresentava.

-PUB-

Esta requalificação é um dos investimentos em curso mais elevados realizados no conjunto dos estabelecimentos de ensino do Norte do país e decorre ao longo de diferentes fases para não perturbar o funcionamento normal das aulas. "A intervenção que está a aqui ser concretizada, com o apoio da autarquia de Lamego, representa uma aposta muito forte na qualificação dos nossos jovens. Na área da educação, definimos como objetivo oferecer condições ao nível do melhor que existe no país e é isso que estamos agora a fazer", sublinhou Ângelo Moura, presidente da autarquia.

A requalificação da renovada Escola Secundária de Latino Coelho vai terminar antes do arranque do próximo ano letivo e teve um investimento de 300 mil euros, por parte da câmra, "com o objetivo de responder às novas exigências educativas e melhorar a vivência diária de mais de 800 alunos".

Em concreto, as obras abrangem a intervenção total da cobertura dos edifícios, com a colocação por exemplo de isolamento térmico e de um novo sistema de caleiras, a substituição integral das caixilharias, a instalação de novas redes de águas pluviais e residuais, a requalificação da rede elétrica substituindo as luminárias por leds, a criação de um elevador no exterior e a remodelação do piso e do sistema de aquecimento.

Também está prevista a colocação de piso sintético no campo de futebol para a realização de atividades desportivas e a requalificação da envolvente exterior. Esta intervenção conta com um financiamento comunitário de 85 por cento, aprovado no âmbito do NORTE 2020.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.