Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

Levi Leandro

Engenheiro. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes
65 Artigos de opinião

A quem servem estes Estatutos?…

Sabem que sempre pugnei pela revisão dos estatutos do SCVR, pois estes, além de serem “completamente desequilibrados”, com uma redação fazendo recordar o Estado Novo, são um potenciador de ações judiciais contra o SCVR, pois originam no mínimo eleições injustas.

CMVR “Magia” nos Contratos Programa…

Em 28/11/18, escrevi num jornal concelhio, o seguinte: “A CMVR aprovou em 5/11/18, um Contrato Programa (CP) no valor de 15.000€ para financiar “A Remodelação de um Bar” de uma “Associação de Festas de Lordelo, designada LordeFest (LF).

SC(M)VR Falar a sério com Marretas à mistura

Ninguém duvida que o putativo presidente do SCVR mentiu os sócios, fê-lo de modo propositado, primeiro porque adquiriu em 6/12/18 o Popó em nome dele, depois vendeu-o ao SCVR em 31/12/18 com reserva de propriedade a seu favor conforme consta na certidão da conservatória que foi entregue por um sócio dia 29/3 na Assembleia Geral (AG).

As Contradições do Sr. Presidente da CMVR…

O Sr. Presidente da CMVR, no dia 12 de abril, resolveu dar uma conferência de imprensa, quatro meses e meio depois da grua ter caído no Campo do Calvário.

O “Hotel do Parque”, a grua… e Arroios

 Como sabem o “hotel do parque” foi adquirido, há mais de meio ano, por um empresário de Bragança através de um leilão judicial por um valor a rondar os dois milhões de €uros, acrescido, pelo menos, do Imposto municipal de transações e do registo do bem na Conservatória.

As “Felizes” Declarações de Rui Santos…

O Presidente da CMVR, no dia 12 de abril, resolveu dar uma conferência de imprensa para fazer o ponto da situação do campo do Calvário quatro meses e meio depois. Este encontra-se parcialmente inoperacional desde 26 de novembro de 2018, fê-lo, preocupado por ter sido abordado “por inúmeros cidadãos” votantes…

Ilegalidades e Intransparência na AG do SCVR

Abraham Lincoln 16ª presidente dos EUA, que aboliu a escravatura, escreveu o seguinte: “Pecar pelo silêncio quando se devia protestar, transforma homens em cobardes”, não me intimidam com insinuações (que revelam o carácter das pessoas) e afirmações (palavras leva-as o vento) provocatórias, estarei sempre na defesa do Clube e da verdade, gostem ou não.

SCVR/FC “Bolanarede” ou bola para fora

Francisco Carvalho, apesar de convidado várias vezes pela comunicação social de Vila Real falada e escrita, resolveu dar a 1ª entrevista a um site “Bolanarede”.

CMVR/SCVR – Promiscuidade no Contrato Programa?

Em 30/10/2018, o SCVR enviou à CMVR, um ofício com o seguinte teor:

SCVR – Comunicar com Transparência… opaca…

Escrevo este artigo como se esta direção tivesse sido eleita à luz dos Estatutos e soubéssemos quem é quem nesta direção. Após 230 dias da tomada de posse, a direção executiva(?) “falou” aos sócios pela primeira vez, através dum comunicado extenso, enfadonho e inócuo. Publicando-o em facebooks e num jornal online, assinado por um diretor geral e não pelo presidente do clube. 

As omissões do Sr. Presidente

Disse o sr. presidente, “já pagamos mais de dez milhões de euros da dívida que herdamos do executivo municipal anterior, e não criamos um cêntimo de nova dívida”, numa entrevista à VTM em 20/12/2018.

Demagogia feita à maneira é como queijo numa ratoeira…

É o refrão de uma canção que Lena d’Água compôs em 1982, chamada “DEMAGOGIA”, onde uma outra parte da letra diz: “aproveitam todo o espaço que lhes oferecem na rádio e nos jornais e falam com desembaraço como se fossem formados em falar demais”.