Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

Banda de Mateus junta música filarmónica à electrónica

Mostrar que as bandas filarmónicas são mais que grupos musicais que tocam em romarias e procissões. Esse é o objectivo de uma iniciativa inédita em Portugal e que vai animar a madrugada de sábado na Andromeda. Mais de meia centena de músicos vão tocar em directo e em harmonia com o DJ da discoteca, uma experiência que promete…

-PUB-

Uma discoteca, uma banda de música filarmónica com 60 músicos, um DJ e muita ‘batida’. Assim promete ser o próximo sábado, na discoteca Andromeda, com a realização de um espectáculo único que, no âmbito das comemorações do Bicentenário da Banda de Mateus, vai juntar a música clássica e tradicional à electrónica.

Marco Eiriz, presidente da direcção da Banda de Mateus, explicou ao Nosso Jornal que, apesar das bandas filarmónicas já terem hoje um perfil bastante jovem, o objectivo da iniciativa é “cativar” ainda mais a juventude, mostrando que “mesmo dentro da filarmónica é possível fazer vários tipos de espectáculos e em várias vertentes”.

Assim, o talento dos mais de 60 músicos da Banda vai juntar-se ao ritmo do DJ Emanuel Cabral, numa noite que promete ser única. “Já se vê muitas experiências de música clássica com electrónica, agora com uma filarmónica completa acho que em Portugal vai ser a estreia”, explicou o presidente da direcção da banda.

Para Emanuel Cabral, um jovem de DJ de 16 anos, o projecto vai resultar “num espectáculo muito engraçado” e num crescimento profissional. “No último ensaio tirei já alguns instrumentos e vou começar a trabalhar em novos projectos”, explicou.

Relativamente à tenra idade de alguns dos seus elementos, sendo que o mais novo tem 12 anos e mais velho 60, estando a média de idades da Banda de Mateus nos 18 anos, Marco Eiriz explicou que, para além dos pais terem sido alertados para a realização do evento, e muitos já terem demonstrado a intenção de acompanhar, existe uma lei que permite aos artistas menores actuarem durante a noite, mesmo que seja numa discoteca.

O programa comemorativo dos 200 anos da Banda de Mateus está assim prestes a chegar ao fim, estando previsto para Dezembro a realização de um último concerto, ainda sem data marcada, dedicado à freguesia.

“O balanço é muito positivo. Vai ser um ano inesquecível. Memorável”, considerou o presidente da banda, recordando alguns dos eventos que marcaram as comemorações, nomeadamente um jantar de gala, uma gala de ópera, um concerto histórico (que juntou em palco mais de duas dezenas de antigos músicos e os seus actuais elementos) e o festival de bandas, que “fechou parte do circuito internacional e juntou perto de 500 músicos numa tarde de sábado”.

Contando actualmente com 64 músicos, “a Banda de Mateus deve a sua formação a Frei Vicente, um apaixonado pela música que decidiu ensinar uns rapazes com o fim de os habilitar a cantar na missa”, recorda o historial da Associação que, apesar das várias denominações que conheceu (Banda de Música de Mateus, Banda da União Portuguesa, Música Velha de Mateus e Associação Cultural e Recreativa da Banda de Música de Mateus), conta com uma actividade ininterrupta ao longo dos seus 200 anos de existência.

De recordar que, em 1990, foi-lhe atribuída, pela autarquia de Vila Real, a “Medalha de Ouro de Mérito Municipal”, pelos serviços prestados à comunidade.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.