Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

Barragem do sordo com níveis de água “críticos” obriga autarquia a recorrer à barragem do Pinhão

Os aguaceiros que têm caído na região não servem para aliviar a preocupação da autarquia de Vila Real com “os níveis de água insuficientes” que compõem os lençóis freáticos da barragem do Sordo.

Dado esta barragem conter uma toalha freática e uma reserva de água no seu limite, a Câmara de Vila Real foi obrigada a agir, recorrendo ao abastecimento de água pela barragem do Pinhão, afastada do concelho. 

O presidente da Câmara, Rui Santos, aponta que há muito que o município se encontra em alerta com a situação, pelo que há meses que iniciara uma campanha de sensibilização para o consumo moderado de água. 

“Começámos a trabalhar nesse sentido há 3 meses com uma campanha que teve como objetivo chamar à atenção os nossos concidadãos relativamente aos gastos de água, o que foi bem apreendida, pois esta medida permitiu-nos chegar aos dias de hoje sem nenhum problema de maior”,

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.