Segunda-feira, 26 de Julho de 2021

Batata de Ribeira de Pena eleita como a mais Saborosa

Numa ação promovida pela Rede de Tabernas do Alto Tâmega, a batata de Ribeira de Pena foi a vencedora, ao ser considerada a mais saborosa da região

-PUB-

Um dos pontos altos do evento foi a prova de degustação de batata da variedade kennebec, produzida por agricultores de cada um dos seis municípios que constituem o Alto Tâmega (Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar).

O júri do concurso, constituído por vários apreciadores de batata e pelos conceituados chefs Vítor Sobral, Hélio Loureiro e Vítor Adão, teve em consideração a cor, textura e sabor, e no final elegeu como a batata cozida mais saborosa do Alto Tâmega a originária do concelho de Ribeira de Pena.

A iniciativa decorreu na Casa do Pedro, em Vilarinho Seco, que permitiu divulgar alguns dos produtos de excelência da região. Estiveram presentes o presidente da câmara de Boticas, Fernando Queiroga, o deputado na Assembleia da República, Luís Ramos, a diretora regional de Agricultura e Pescas do Norte, Carla Alves, a diretora regional Norte do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Sandra Sarmento, e o presidente da Cooperativa Agrícola de Boticas (CAPOLIB), Albano Álvares.

Outros dos momentos mais aguardados do dia foi o lançamento de mais produtos com selo CAPOLIB, nomeadamente o cabrito, o cordeiro e, ainda, a batata das variedades kennebec e desiree.

O presidente da autarquia de Boticas, Fernando Queiroga, destacou “o trabalho e dedicação da CAPOLIB na promoção e, sobretudo, valorização dos produtos locais”, acrescentando que “a autarquia continuará a apoiar projetos que contribuam para o desenvolvimento do nosso concelho, fixação de população e criação de emprego”.

Boticas, a par de Montalegre, tem um território classificado como Património Agrícola Mundial e uma parte das famílias tem como fontes de rendimento a agricultura e pecuária.

“É indispensável que se valorize tudo aquilo que é produzido, de forma tradicional, no nosso concelho”, frisou o autarca.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.