Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Bom Jesus do Calvário

Dia do padroeiro de Vila Real foi assinalado de forma diferente, devido à pandemia de Covid-19.

-PUB-

Costuma ser um ato de fé que reúne milhares de pessoas em torno do andor do Bom Jesus do Calvário, mas este ano a procissão não saiu do adro da igreja e o andor ali ficou, exposto.

À sua frente, algumas dezenas de pessoas assistiram à missa presidida pelo Frei Lima, que "não pregava o senhor do Calvário há 15 anos", explicou, à VTM, acrescentando que "esta festa tem sempre muita gente, vinda de vários pontos do distrito. Este ano, o confinamento obrigou a que muitas pessoas ficassem em casa, mas a fé continua viva, e mesmo de máscara na cara as pessoas não deixaram de fazer a festa".

E a festa fez-se, mas sem a procissão. João Osório, ministro da Ordem Terceira Franciscana Secular confessou que "a pandemia veio complicar as coisas".

"As missas realizadas neste dia costumam ser dentro da igreja, este ano tiveram de ser na rua. Fazemos quase tudo igual, só não temos procissão, porque é um momento que junta muitas pessoas".

Notícia desenvolvida na edição de 16 de julho

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.