Terça-feira, 19 de Outubro de 2021
????????????????????????????????????

Bombeiros recebem uma nova ambulância

Na manhã de terça-feira, nos estaleiros da Mota-Engil, na zona de Alijó, decorreu a cerimónia da entrega da nova ambulância de emergência médica, ABSC, aos bombeiros de Alijó, oferecida pela empresa construtora de um dos troços do IC5. A nova viatura vai responder a uma necessidade sentida pela corporação alijoense.

-PUB-

Além da filha do empresário, Sílvia Mota, esteve presente o vice-presidente da Câmara Municipal de Alijó, Adérito Figueira, que não teve pejo em garantir que, em 20 anos de vida autárquica, esta “foi a primeira vez que uma empresa em obras no concelho tomou tal atitude solidária e de gratidão”. “É um gesto que registamos com muito agrado e que representa uma demonstração de amizade do Grupo Mota-Engil para com os bombeiros de Alijó”.

Sílvia Mota deixou uma outra prenda de Natal para a corporação. São 35 casacos de agasalho que serão entregues antes do final do ano.

A origem desta dádiva começou alguns meses atrás, quando os soldados da paz de Alijó foram chamados para socorreu um trabalhador da empresa. Foi então que um dos funcionários da empresa, ao ver a ambulância dos bombeiros já com alguns anos, sugeriu que fizessem uma carta para à Administração a pedir uma nova viatura. A ABSC, no valor de 50 mil euros, foi baptizada com os nomes “Rui Magalhães e Abílio Teixeira”, responsáveis pela obra, Agora, irá ser registada e vistoriada para entrar imediatamente ao serviço.

Sílvia Mota deixou uma outra prenda de Natal para a corporação. São 35 casacos de agasalho que serão entregues antes do final do ano.

Recorde-se que, até ao final do mês, está prevista a inauguração do troço do IC5, entre o Alto do Pópulo e variante de Alijó.

A Subconcessão do Douro Interior (IC5), adjudicada à Ascendi, vai abranger 15 concelhos, melhorando a qualidade de vida de 330 mil habitantes. O custo total desta infra-estrutura rodoviária ronda os 587 milhões de euros e deverá estar concluída no final de 2011. O valor dos trabalhos adjudicados à Mota-Engil Engenharia é de cerca de 272 milhões de euros, constituindo uma das mais importantes obras em curso. A empreitada inclui a concepção, construção, financiamento, manutenção e exploração de cinco lanços do IP2, entre Vale Benfeito e Celorico da Beira (IP5), e de três lanços do IC5, entre Murça e Miranda do Douro.

As infra-estruturas rodoviárias beneficiarão directamente os concelhos de Alijó, Murça, Mirandela, Macedo de Cavaleiros, Bragança, Miranda do Douro, Mogadouro, Alfândega da Fé, Vila Flor, Carrazeda de Ansiães, Torre de Moncorvo, V.N. de Foz Côa, Meda, Trancoso e Celorico da Beira.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.