Terça-feira, 19 de Outubro de 2021

Bombeiros Voluntários recebem duas novas viaturas

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Mesão Frio (AHBVMF) tem duas novas viaturas, neste caso, uma Ambulância de Transporte de Doentes (ABTD) e um Veículo Dedicado ao Transporte de Doentes (VDTD).

-PUB-

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Mesão Frio (AHBVMF) tem duas novas viaturas

Trata-se de um investimento superior a 60 mil euros, dos quais 20 mil euros foram concedidos pela Câmara Municipal de Mesão Frio.

Paulo Silva, comandante da corporação, propôs que as viaturas em causa fossem apadrinhadas pelo presidente da associação e também, a título póstumo, por Adelina Fonseca, colaboradora da AHBVMF, que faleceu recentemente. Uma ideia que agradou à direção da associação e que acabou aprovada, por unanimidade.

“É um ato que simboliza a sua memória, o carinho, o respeito e a amizade com que todos a continuarão a recordar”, salienta a corporação.

À margem da cerimónia de batismo dos veículos, o presidente da autarquia, Alberto Pereira, referiu que “apesar do momento contraproducente, em que a maior parte das associações de bombeiros passam por grandes dificuldades, a de Mesão Frio tem atuado em contraciclo, com uma excelente gestão”, reconhecendo o trabalho diário, “quer na luta pela sobrevivência desta associação, quer pelo socorro prestado às populações”.

Em comunicado, a autarquia admitiu que continuará a atuar para “garantir os meios de socorro necessários à população, numa altura em que os gastos com equipamentos têm sido avultados”, nomeadamente com o equipamento de proteção individual, o elevado número de ocorrências e a exigência de disponibilidade de mais veículos para socorrer e transportar doentes.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.