Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

Cabinda pede socorro. Quem lhe acode?

7.270 km é a extensão do terreno de Cabinda e a extensão de seu sofrimento! A leviandade que caracterizou o «modus faciendi» do 25 de Abril, abateu-se sobre este povo irmão que confiara em nós para o defender, para proteger a sua independência e, agora, é consumido, destruído pelo fogo satânico da cruel Angola, Angola […]

-PUB-

7.270 km é a extensão do terreno de Cabinda e a extensão de seu sofrimento!

A leviandade que caracterizou o «modus faciendi» do 25 de Abril, abateu-se sobre este povo irmão que confiara em nós para o defender, para proteger a sua independência e, agora, é consumido, destruído pelo fogo satânico da cruel Angola, Angola cruel ou o déspota que a rege?

A sua gente, o seu carácter íntegro, a sua capacidade de trabalho – única, na velha África – estão a ser extintos, envergonhando aqueles para quem os compromissos de honra e a dignidade dos povos é algo de sagrado.

Todos os portugueses, mesmo os “libertadores”, tinham conhecimento do Tratado de Simulambuco, assumido em 1-2-1885, entre os

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.