Quinta-feira, 15 de Abril de 2021

Caça, gastronomia e espetáculos animam início do ano

A caça, a gastronomia e espetáculos impulsionam vários eventos no arranque do novo ano em Macedo de Cavaleiros com feiras, música e teatro a animarem o concelho transmontano, divulgou hoje a Câmara Municipal.

O primeiro chamativo é o Fim de Semana Gastronómico do Azedo, entre sexta-feira e domingo, com o enchido típico do fumeiro desta região a marcar as ementas de vários restaurantes locais.

No final do mês, entre 30 de janeiro e 02 de fevereiro, a caça está em destaque numa das antigas feiras do setor em paralelo com a Rota Gastronómica do Javali, uma espécie cinegética presente nos pratos tradicionais transmontano nesta época do ano.

“É uma excelente oportunidade para adquirir artigos do setor cinegético, bem como para promover o turismo, os produtos regionais e comer em restaurantes típicos e usufruir da animação oferecida pela autarquia nestes quatro dias”, na opinião de Rui Vilarinho, vereador responsável pela organização do evento.

Os eventos, organizados pela Confraria do Javali, Câmara Municipal e o geoparque Terras de Cavaleiros, são encarados pelos responsáveis como “um justo reconhecimento do papel que o setor cinegético tem na região, naquele que é um dos maiores certames do género no país e o maior no Nordeste Transmontano”.

Estas iniciativas integram a Agenda Cultural de Macedo de Cavaleiros com um programa para o início do ano que tem o “objetivo de dinamizar a vida cultural e a economia do município, criando mais e melhores condições de vida para quem escolhe Macedo de Cavaleiros para viver e trabalhar”, como realçou a vereadora da Cultura, Elsa Escobar.

A autarquia tenciona apostar na internacionalização dos espetáculos e apresenta, na sexta-feira, no Centro Cultural, a “Autobiografia Autorizada”, um monólogo protagonizado por Paulo Betti, ator brasileiro, e com o qual marca a comemoração dos seus 40 anos de carreira.

Durante o mês de janeiro, a Biblioteca Municipal acolhe várias atividades destinadas às crianças do pré-escolar e aos pais, nomeadamente “A Ovelhinha Desobediente”, um conto tradicional brasileiro que pode ser ouvido a 14 e 15 de janeiro.

No dia 18 é a vez do conto de Anna Llenas “O Monstro das Cores”, e a 22 de janeiro é possível ouvir o conto “O Novelo das Emoções”, de Elisabete Neves.

Na vertente do serviço educativo do Centro Cultural, os alunos do 11.º ano vão poder assistir à peça de teatro “Frei Luís de Sousa”, pela ETCetera Teatro, a 20 de janeiro.

Está é, para Elsa Escobar, uma forma de “tornar mais acessível a obra de Almeida Garrett”.

Para os alunos do 9.º e 10.º foram programadas as peças “Farsa de Inês Pereira” e “Auto da Barca do Inferno”, pela companhia Filandora Teatro, a 28 de janeiro.

Num mês dedicado à inteligência emocional, estão agendadas algumas atividades organizadas pela equipa municipal de formação para o sucesso escolar.

“Vamos promover no dia 17 a palestra “Parentalidade consciente”, com Mikaela Öven, fundadora da Academia de Parentalidade Consciente e autora dos livros Educar com Mindfulness e Heartfulness”, apontou a vereadora.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.