Domingo, 26 de Maio de 2024
No menu items!
Luís Tão
Luís Tão
Vereador do PSD na Câmara Municipal de Vila Real

Cartão amarelo ao PS de Vila Real

No passado dia 10 de março, os portugueses decidiram mudar de vida.

-PUB-

Numas eleições legislativas em que a afluência às urnas foi acima da média dos últimos anos, os eleitores entregaram à direita a maioria no parlamento e à Aliança Democrática (AD) o protagonismo do novo ciclo político. É este o momento de mudar de política!

A verdade, a serenidade na apresentação das propostas e o respeito democráticos pelos seus opositores, resultaram, pois, numa vitória da AD, que vai levar Luís Montenegro a formar governo e a iniciar um novo ciclo político no nosso país, no ano em que se celebra o 50º aniversário do 25 de Abril de 1974.

O PS perdeu as eleições e a maioria absoluta obtida em 2022, registando um dos piores resultados da sua história. Não se espera que agora o PS adira às medidas da AD, mas pede-se que respeite a vontade do povo português, dando ao país condições de estabilidade e governabilidade.

A nível local, o PS foi ainda mais penalizado pelo eleitorado. A AD ganhou em 18 das 20 freguesias do concelho de Vila Real, perdendo apenas em Parada de Cunhos, com 27 votos de diferença (curiosidade: o ADN teve 30 votos nesta freguesia) e na freguesia de Torgueda por 47 votos de diferença.

A AD ganhou em freguesias onde o PSD, sozinho ou em coligação, já não ganhava há muito tempo.

Acreditamos também que o facto de a AD ter integrado na lista de candidatos a deputados pelo distrito de Vila Real, em lugar elegível, uma mulher vila-realense, foi uma mais-valia e uma oportunidade de demonstrar como ainda é possível juntar liderança, honestidade, moral, ética com capacidade mobilizadora e facilidade de comunicar com as pessoas, características e atributos que a nossa candidata Bela Alice transmitiu e fez sobressair durante todo o processo eleitoral.

Estes resultados não são certamente um acaso, e confirmam sim um propósito penalizador do eleitorado, para com o PS em Vila Real.

Temos, na Comissão Política do PSD (concelhia), feito um trabalho nos últimos dois anos de proximidade com as populações, procurando, no âmbito do programa “Roteiro pelas Freguesias”, ouvir as pessoas, os seus problemas, as suas necessidades e preocupações. Emerge um desencanto e uma desilusão, perante aquilo que foram as falsas promessas do atual executivo socialista quando na última campanha eleitoral autárquica prometeu “tudo a todos”. A realidade que se passa hoje nas nossas freguesias é bem diferente daquela que nos pretendem fazer passar, através das fotografias publicadas nas redes sociais…
Sabíamos que na primeira oportunidade o PS iria ser penalizado em Vila Real. O povo “mostrou um cartão amarelo” ao PS de Vila Real.

As pessoas muitas vezes, publicamente, não dizem aquilo que pensam, nem expressam as frustrações para com a atual governação socialista local. Mas no secretismo e na liberdade da câmara de voto, exprimem (e bem!) o seu sentimento.

O PSD em Vila Real vai continuar a trabalhar, com humildade, responsabilidade e credibilidade. Na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal e em todas as Assembleias de Freguesias, para merecer a confiança dos Vila-realenses na construção de uma Alternativa.

OUTROS ARTIGOS

ARTIGOS DE OPINIÃO + LIDOS

Notícias Mais lidas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.