Quinta-feira, 5 de Agosto de 2021

Coletividades

PREMIUM

Duas décadas a animar os vila-realenses

A Transmontuna vem-se afirmando como uma referência no plano académico, tendo conquistado diversos prémios

Mais de dois séculos de história e tradição

A Banda de Música de Mateus, uma das mais antigas bandas filarmónicas do país, há 207 anos que preserva e promove os valores culturais e sociais das suas gentes, manifestando o saber musical de uma comunidade.

Há 100 anos a promover a música filarmónica e a cultura das suas gentes

Tudo começou há 100 anos, quando um grupo de amigos aventureiros e entusiásticos decidiram formar, primeiramente, em 1917, um grupo / tuna musical que divertisse as suas gentes e que promovesse o convívio e o saber musical de toda uma comunidade. 

Quim Barreiros anima comemorações dos 50 anos

O Grupo Desportivo e Cultural das Flores comemora meio século de existência no próximo dia 10 de junho, e conta com um cartaz repleto de animação.

Há quase meio século a ajudar os mais necessitados

Com a nobre missão de ajudar os mais desfavorecidos, a Santa Casa da Misericórdia de Lamego nasceu a 20 de abril de 1519, ou seja, há 497 anos, por provisão do Rei D. Manuel I, como confraria de Irmãos incumbidos de cumprir na cidade as 14 obras de misericórdia.

Dez anos a divulgar a cultura duriense dentro e fora de portas

A vila de Favaios situa-se no planalto duriense e os seus habitantes vivem sobretudo da cultura da vinha, da panificação e dos serviços.

Espaço Cultural alternativo para uma “imensa minoria”

É uma das casas da cidade dominadas pela música, que oferece a mais de seis mil sócios de diferentes idades uma dinâmica cultural mais “alternativa, arrojada e fora dos outros mercados”. Os espetáculos internacionais não faltam e, de momento, o Club de Vila Real espera afirmar-se no panorama cultural da cidade e não só

Mais de três décadas passadas a correr

Há mais de 35 anos que o Grupo Desportivo e Recreativo da Ferraria, em Sedielos, Peso da Régua, se dedica exclusivamente à prática desportiva, nomeadamente, ao atletismo, sendo já tradicional o “Grande Prémio de Atletismo da Ferraria”. Nos dias de hoje, a luta pela associação “não está fácil”

Sete anos de sucessos na atividade associativa

Em 12 de junho de 2009, os habitantes de Rebordochão (localidade situada paredes-meias com a vila termal de Pedras Salgadas) uniram-se num propósito de desenvolver atividades de caráter cultural, desportivo, social e recreativo. Assim se formou a associação que, sete anos depois, apresenta um notável e invejável currículo, amplamente reconhecido.

Paixão por desporto e natureza que faz trepar montanhas

Após comemorarem os 33 anos de existência, a associação continua a promover a prática da escalada e do montanhismo, esperando atrair cada vez mais entusiastas. Todos têm em comum a sede por aventura e a paixão pela natureza

Associação quer resgatar festa em honra de São Tiago

Com apenas dois anos de existência, comemorados no dia 12, o Núcleo Recreativo e Cultural de São Tiago, criado para dinamizar “de forma credível e séria” Mondrões, está a trabalhar na realização do “sonho” de fazer regressar a festa em honra do santo padroeiro da freguesia

Paz e harmonia de mãos dadas

Desde março que a vila de Murça tem uma associação que se dedica à prática de Lohan Tao Kempo Chinês, onde entre os participantes o lema é “Sempre em forma, nunca desistir”. Desenvolver um corpo forte e uma mente íntegra são os principais objetivos.

Uma Associação que renasceu e quer crescer

Durante anos esteve praticamente parada, “um pouco de costas voltadas para a população e vice-versa”, mas em 2014, altura em que viu ser eleita uma nova direção, a Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Balteiro, em Ribeira de Pena, ganhou nova vida e tem agora um plano de atividades mais ambicioso e “aberto a toda a gente”.

Dinamizar a freguesia e promover o convívio

É comum nos dias de hoje falar-se da crise do associativismo e do distanciamento das pessoas da vida em comunidade. Mesmo assim ainda surgem pessoas com iniciativa, e é graças a essa iniciativa que continuam a nascer coletividades, como é o caso da A.C.R.J.S. – Associação Cultural e Recreativa da Juventude de Sedielos.

História de uma banda que remonta ao tempo dos reis

Ainda em comemorações da bonita idade de 250 anos, assinalada no passado mês de junho, é com orgulho que a Banda Musical do Pontido se categoriza uma grande família de diferentes gerações mas com igual gosto pela música e pela região transmontana.

Três décadas de amor ao folclore

Foi com a simplicidade de uma brincadeira, que um grupo de amigos partiu à descoberta dos costumes e tradições mais antigas da região transmontana e, entre cantares e bailaricos, surgiu o Rancho Folclórico e Recreativo de Borbela, oficializado a 9 de janeiro de 1984.

Associação Penaguião em Movimento – Santa Marta de Penaguião

A associação pretende “movimentar” Santa Marta, levando as pessoas a “saírem mais de casa” e a conviverem, porque, “por vezes, uma palavra amiga faz a diferença” na vida de alguém

AD Justes Associação para o Desenvolvimento de Justes

Como o próprio nome indica, a AD Justes nasceu em setembro de 2010 com o objetivo de dinamizar um conjunto de atividades culturais e sociais com vista ao desenvolvimento desta localidade, do concelho de Vila Real. Foi ainda uma forma de apelar a uma participação mais direta e envolver não só as pessoas que vivem em Justes como as que têm raízes aqui e estão emigradas ou a viver noutros locais do país, como Vila Real, Porto ou Lisboa.

Mais lidas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS