Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

Indústrias do granito recorrem a imigrantes por falta de mão de obra local

Em Vila Pouca de Aguiar, as empresas de extração de granito estão a recorrer a imigrantes para colmatar a falta de mão de obra no distrito. Alguns trabalhadores chegaram do sul do país após deixarem o trabalho agrícola

Futebol

Rebordosa 2 | Vila Real 2

O Vila Real esteve perto de conquistar a primeira vitória nesta segunda fase do campeonato, mas uma grande penalidade no último minuto do tempo de compensação tirou a possibilidade aos transmontanos de trazer os três pontos de Rebordosa, num jogo em que acabaram com nove elementos em campo.

Vila Real 1 Vila Meã 1

Depois da derrota inesperada em Leça, o Vila Real pretendia conquistar a primeira vitória nesta segunda fase da prova, no entanto não foi além de um empate, depois de ter estado a perder e de ter chegado à igualdade com menos um jogador em campo. Este resultado acaba por ser um mal menor, uma vez que os alvinegros estiveram quase toda a segunda metade a jogar com dez elementos.

Leça 3 | Vila Real 2

Num terreno onde esta época já venceu por três a zero, o Vila Real pretendia reeditar a exibição e se possível o resultado conquistado na primeira fase do campeonato. No entanto, desta vez isso não foi possível por culpa própria, já que, em campo, os transmontanos mostraram que têm melhor equipa que os leceiros, mas falharam redondamente no setor defensivo, onde deram muitas facilidades ao adversário. Por isso, este resultado acaba por ser um justo prémio para os locais, que lutaram muito e também tiveram alguma sorte.

Vila Pouca 1 | 4 Valpaços

Depois de ter vencido este mesmo adversário, no mesmo terreno de jogo, duas semanas antes, para disputa das meias-finais da Taça da Associação, pelo mesmo resultado (4-1), a equipa de Vila Pouca de Aguiar foi agora vencida pela mesma expressão no marcador, devendo- -se esse facto, provavelmente, à circunstância de, estando apurada para a final da taça, pretender resguardar alguns jogadores para esse jogo, tendo em conta que lhe poderá render um título.

Vila Real 2 | Serzedelo 2

Os dois primeiros classificados desta segunda fase têm acesso direto à Taça de Portugal, por isso Vila Real e Serzedelo abordaram este jogo com perspetivas diferentes. Os locais precisavam de vencer para se aproximar do topo da classificação, já os forasteiros ficariam satisfeitos com um empate, que lhes permitiam continuar na frente da classificação desta fase de despromoção. No entanto, os alvinegros entraram muito lentos no jogo, apesar de terem criado as melhores situações de golo. Como lhe convinha, o Serzedelo também não se importou com o ritmo imposto pelo adversário, tentando explorar o contra-ataque, mas sem conseguir criar situações de perigo para as redes à guarda de Marcelo.

Benagouro Campeão!

O Benagouro é o novo campeão. Venceu o Cidadelha de Aguiar e fez a festa a duas jornadas do fim, aproveitando o deslize do S. Martinho de Anta, derrotado em Abaças. Parabéns aos dirigentes, técnico Sérgio Rodrigues e a todo o plantel pela merecida conquista do título.

Vila Real A vence o troféu com grande mérito

A equipa de infantis A do S. C. Vila Real deslocou- -se no domingo à cidade da Guarda para disputar o Torneio Internacional de futebol infantil “Guarda Cup”. Os jogos foram disputados no excelente relvado do estádio municipal, e tiveram a presença de 12 equipas, das quais duas espanholas de Ciudad Rodrigo e Salamanca.

Sorteio dos Juniores C envolto em polémica

O Sport Clube da Régua formalizou um pedido de impugnação do sorteio Campeonato de Juniores C alegando que a Associação Distrital de Futebol de Vila Real (AFVR) terá aceitado “ilegalmente” a inscrição de dois clubes.

Vila Real perde nos Açores e está fora da Taça de Portugal

Na 1ª eliminatória da Taça de Portugal, o Vila Real foi até à ilha de São Miguel, nos Açores, para defrontar o Clube Operário Desportivo, uma equipa da segunda divisão nacional que foi mais forte e acabou por tirar prematuramente os transmontanos da prova. Apesar de ter chegado ao intervalo a vencer, o Vila Real não conseguiu guardar essa vantagem e permitiu a reviravolta no marcador. O Operário e o Vila Real proporcionaram um jogo bastante competitivo, apesar de ser o primeiro jogo oficial da época para as duas formações. Na primeira metade, os transmontanos foram mais consistentes, mas na segunda parte os locais conseguiram encostar os vila-realenses à sua defensiva e deram a volta ao marcador.

PREMIUM

Vila-realenses partem sábado para os Açores com esperança na vitória

O Sport Clube de Vila Real já tem tudo a postos para o arranque oficial da época, que este ano vai iniciar-se nos Açores, mais concretamente com a deslocação à ilha de S. Miguel, onde irá defrontar o Clube Operário Desportivo, no domingo, às 17h00, num jogo a contar para a 1ª eliminatória da Taça de Portugal.

PREMIUM

Parada do Pinhão renova equipamento desportivo

O último sábado ficará ligado à história da Associação Social, Cultural, Recreativa e Desportiva desta freguesia do concelho de Sabrosa. Uma ambição antiga que foi agora concretizada com a inauguração de um conjunto de beneficiações no seu campo de jogos, numa iniciativa que envolveu a própria Associação, Câmara de Sabrosa e o Instituto de Desporto de Portugal.

PREMIUM

S.C. Vila Real já está a trabalhar com o objetivo de subir de divisão

O S.C. de Vila Real já iniciou os trabalhos de preparação da nova época desportiva, mas o plantel ainda está longe de estar fechado, pois há lacunas que têm de ser colmatadas e é necessário encontrar soluções credíveis sobretudo para o ataque. A saída de dois jogadores importantes como é o caso de Vítor Meira (rumou ao Pedras Salgadas por questões profissionais) e do lateral Filipe (que vai representar o Mirandela na 2.ª divisão nacional) deixou espaço para a entrada de novos atletas, no entanto, por motivos de ordem financeira não será fácil encontrar substitutos à altura.

Vila-realenses venceram apenas um jogo

A equipa de Vila Real de sub-14 rumou à ilha de São Miguel, Ponta Delgada, Açores, de 23 a 30 de junho, para participar na XVIII edição do torneio “Lopes da Silva”. Realizado desde 1974, este torneio é a maior competição anual de Seleções Distritais e serve para a observação de atletas para a Selecção Nacional Sub/15, a primeira representação nacional a que um jovem futebolista pode aspirar. Nesta competição nacional, estiveram envolvidos cerca de meio milhar de jovens jogadores de todas Associações de Futebol do país.

PREMIUM

Festa do futebol no Monte da Forca

Durante dois dias, 9 e 10 de junho, o Monte da Forca foi placo do II “J” Cup, uma organização da Estações Vivas, que levou muito público às bancadas do complexo desportivo. Em competição estiveram os escalões de Petizes, Traquinas, Benjamins e Infantis, com equipas como o Sporting CP, Boavista FC, Abambres SC, SC Vila Real, Janitas, Diogo Cão, Constantim e Folgosa da Maia FC. Entre o lote de atletas que esteve presente no torneio, houve alguns que se destacaram e que poderão chegar longe no mundo do futebol, mas para isso ser alcançado há que continuar a trabalhar com empenho e atitude.

Faleceu Francisco Nóbrega, o vila-realense que entrou no rol das estrelas do FCP

“Nóbrega, como era conhecido, foi um dos mais empolgantes extremos--esquerdos do futebol português”, reconheceu a direção do Futebol Clube do Porto (FC Porto) no dia 28, dia em que faleceu o vila-realense que entrou para o rol das estrelas do clube portuense. Segundo o site do clube, Francisco Lage Pereira Nóbrega, nascido a 14 de abril de 1942, em Vila Real, “fez a formação no FC Porto e cedo se assumiu como titular dos Dragões, tendo cumprido 12 épocas consecutivas no clube”.

Futebol dos “pobres” movimenta cerca de 300 atletas

Já não é pontapé para a frente e meia bola e força. Hoje, a realidade da Liga Amadora de Futebol é bem diferente e já ocupa um importante espaço no desporto do distrito de Vila Real. Tudo nasceu de um projeto da Associação do Centro Social e Recreativo e Cultural do Couto, na freguesia de Adoufe, em 2003, altura em esta coletividade começou a organizar esta prova competitiva. No futuro, o campeonato pode ser realizado em três zonas: Vila Real, Régua e Chaves.

Vila Real 1 | 0 Vila Meã

Um golo solitário de Abreu aos 26 minutos garantiu desde já a manutenção do Vila Real nesta terceira divisão nacional. Depois de uma entrada no campeonato pouco auspiciosa, os pupilos comandados por Abel Ferreira deram a volta por cima e acabaram por garantir a manutenção quando falta ainda um jogo para o final desta fase regular. Por isso, toda a estrutura vila-realense está de parabéns pelo feito alcançado.

Vila Real 1 | 3 Abambres

Apostando abertamente num futebol de ataque e demonstrando muita capacidade física, o Abambres venceu o Vila Real no Campo do Calvário. Logo no segundo minuto, o Abambres chega ao golo, com Luís Carlos a rematar forte e colocado sem hipótese para o guardião Jonas. Os minutos seguintes foram de supremacia da turma visitante, com os vila-realenses a mostrarem algum nervosismo, principalmente no sector recuado. Aos 25’, Décio leva a melhor sobre o seu marcador directo, cruza ao segundo poste, com Mourão a empurrar o esférico para o fundo das malhas, fazendo o 0-2. Aos 28’, através de um livre do lado direito do ataque abambrino, o esférico corre a área e Fredy, posicionado ao segundo poste, introduz o esférico na baliza. Começava a cheirar a goleada. O intervalo acabou por surgir, com a melhor equipa com vantagem confortável. O Vila Real não conseguia explanar o seu futebol e não fez qualquer remate digno de tal nome.

Freddy Kobe deixa o SC de Vila Real

O central Freddy Kobe decidiu abandonar o plantel do Sport Clube de Vila Real, mas ainda não se sabem as verdadeiras motivações que levaram o defesa do Gabão a tomar tal decisão. O jogador apenas confirmou a sua saída e não quis revelar o que o terá levado a tomar tal atitude.

“O futebol regional está a passar uma das maiores crises de sempre”

Uma combinação de duas crises, a financeira e do dirigismo, tem sido fatal para alguns clubes que disputam as distritais espalhadas um pouco por todo o país. Vila Real não é excepção e, este ano, são sete as equipas seniores que não se inscreveram nos campeonatos distritais. Costa Pereira considera que se trata de um dos piores momentos da história da Associação e explica que todos os esforços estão a ser feitos junto do Governo no processo de reivindicação de três questões fundamentais para os clubes: a compartição ao policiamento dos jogos e a negociação de mais-valias no que diz respeito aos impostos e segurança social

Mais lidas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS