Terça-feira, 28 de Setembro de 2021

Conselhos Diretivos de Baldios unidos para proteger a floresta

O auditório do Ecomuseu do Barroso - Casa do Capitão, em Salto, recebeu a cerimónia onde foi assinado o protocolo para a constituição do Agrupamento de Baldios do Barroso, entre a Coopbarroso, e a Forestis. 

-PUB-

Este protocolo faz parte dos contratos-programa para a constituição de 20 Agrupamentos de Baldios que envolvem o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), em representação do Estado, a Federação Nacional dos Baldios (Baladi) e a Associação Florestal de Portugal (Forestis), em que o objetivo é apoiar a criação de Agrupamentos de Baldios, envolvendo um financiamento de 3,6 milhões de euros ao longo de três anos, assegurado pelo Fundo Florestal Permanente.

A grande prioridade dos agrupamentos é “melhorar a gestão dos baldios” e dar “escala”, em que se pretende ainda envolver o Estado, os conselhos diretivos de baldios, as empresas e as autarquias. 

Depois de Boticas, Montalegre também formalizou este protocolo, em que serão identificadas as

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.