Sábado, 4 de Dezembro de 2021

Contributo de mais de um bilião de euros para exportações

A conclusão é do relatório elaborado pela Universidade do Minho e divulgado pela Savannah, empresa concessionária do projeto, que tem sido muito contestado pela autarquia e população local.

-PUB-

A Mina do Barroso, onde a Savannah pretende extrair lítio, poderá contribuir “com 1.212 milhões de euros” para as exportações nacionais durante os 12 anos de concessão, segundo um relatório dos impactos socioeconómicos elaborado pela Universidade do Minho. 

O documento, divulgado pela empresa, prevê que a produção de concentrado de espodumena (de onde será extraído lítio) “poderá contribuir com 110,2 milhões de euros em média, para as exportações nacionais, todos os anos, contabilizando 1.212 milhões de euros ao final dos 12 anos de concessão” da Mina do Barroso.

O estudo prevê “que 86% da produção seja destinada à exportação” e refere que este volume “representa 20,1% do valor médio anual das exportações portuguesas de minérios metálicos e

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.