Sexta-feira, 15 de Outubro de 2021
José Manuel Gonçalves
Presidente da Câmara Municipal de Peso da Régua

Covid-19

A proximidade do mês de maio dá-nos uma visão mais estreita do tempo que falta para que, gradualmente, possamos voltar à normalidade das nossas vidas. Será uma nova fase, um desafio renovado, que deveremos assumir com a mesma responsabilidade que nos trouxe até aqui, porque as exigências mantêm-se.  Não é tempo de baixar os braços. […]

-PUB-

A proximidade do mês de maio dá-nos uma visão mais estreita do tempo que falta para que, gradualmente, possamos voltar à normalidade das nossas vidas. Será uma nova fase, um desafio renovado, que deveremos assumir com a mesma responsabilidade que nos trouxe até aqui, porque as exigências mantêm-se. 

Não é tempo de baixar os braços. Continua a ser fundamental cumprir com as orientações das autoridades de saúde, no que respeita aos comportamentos que devemos adotar e que continuarão a salvar vidas.

Em Peso da Régua continuaremos a ser proativos, na medida em que acreditamos que a sabedoria popular prevalece e que prevenir continua a ser melhor que remediar. Encararemos a nova fase da pandemia com a mesma serenidade com que temos vivido as últimas semanas de trabalho no terreno, junto dos reguenses e próximo de todos os que precisam de apoio.

Este caminho continua a ser difícil, mas também é um caminho de esperança, em que nos devemos manter fortes e acreditar num futuro de reencontro, de novos abraços e grandes partilhas. 

A história de Peso da Régua e do Douro mostra-nos que somos pessoas de muita coragem, cuja determinação permitiu desbravar a natureza e construir uma das paisagens mais belas do mundo inteiro. Não somos pessoas de baixar os braços, mas sim mulheres e homens capazes de se manterem unidos numa luta que é de todos, em torno da causa maior que é a saúde. 

Que o mês de maio renove a esperança num futuro melhor, com a nossa saúde plenamente acautelada. Não há desejo maior capaz de nos unir nesta fase tão complicada das nossas vidas. 

Na união reside a nossa força e, não tenho dúvidas, de que juntos venceremos!

Mais Lidas | opinião

O povo é quem mais ordena

Sobre a ferrovia em Trás-os-Montes

E agora?

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.