Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

CTMChaves, em grande plano, na Galiza

Os atletas do CTMChaves reiniciaram as suas actividades e deslocaram-se à vizinha Espanha, a fim de participar no Torneio Aberto Internacional do Circuito Galego. Margarida Matos, Juliana Carneiro, Daniela Moura, João Imaginário e Francisco Moura estavam englobados no mesmo conjunto, pois as provas dos mais pequenos realizam-se com carácter misto. Com três atletas no quadro […]

Os atletas do CTMChaves reiniciaram as suas actividades e deslocaram-se à vizinha Espanha, a fim de participar no Torneio Aberto Internacional do Circuito Galego.

Margarida Matos, Juliana Carneiro, Daniela Moura, João Imaginário e Francisco Moura estavam englobados no mesmo conjunto, pois as provas dos mais pequenos realizam-se com carácter misto.

Com três atletas no quadro principal, caso fossem ganhando, o que estava a acontecer, forçosamente teriam que se encontrar, mutuamente. Assim, na 3.ª eliminatória, pudemos assistir a um grande encontro entre Margarida e Francisco. Como não podiam ganhar os dois, ficou o Francisco Moura pelo caminho. Por sua vez, João e Margarida, foram eliminando os seus adversários, até à grande final. Margarida Matos venceu o seu colega, por 3-1.

Érica Alexandre, Sara Martins e Sara Hermenegildo faziam parte da equipa mais experiente. A tarde era flaviense, prevendo-se uma final entre qualquer uma das três atletas. Nas meias finais, estavam apuradas as três atletas do CTMChaves e uma atleta galega. Sara Hermenegildo, numa meia final, venceu facilmente (3-0) uma atleta espanhola e, na outra meia final, Erica venceu a sua colega de equipa, Sara Martins. Na disputa para o 3.º lugar, Sara Hermenegildo venceu, claramente, garantindo o terceiro lugar na classificação individual. Estava garantido, dessa forma, todo o pódio para a cidade de Chaves. A final entre Érica e Sara Hermenegildo foi uma excelente partida. Érica conseguiu impôr o seu jogo e venceu, por 3-1.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.