Quarta-feira, 16 de Junho de 2021

DC perde em Braga

Na 15ª jornada do LII Campeonato Nacional da 2ª Divisão Feminina (Zona Norte A), a equipa de seniores femininos da A.D.C.E. Diogo Cão, deslocou-se a Braga, para defrontar o B.C. de Braga.

-PUB-

Na 15ª jornada do LII Campeonato Nacional da 2ª Divisão Feminina (Zona Norte A), a equipa de seniores femininos da A.D.C.E. Diogo Cão, deslocou-se a Braga, para defrontar o B.C. de Braga.

Previa-se um jogo e equilibrado e com resultado muito próximo. No entanto, o 1º quarto começou com um parcial de 18 a 0 para a equipa da casa, fruto de alguma ineficácia no lançamento e também desconcentração na zona defensiva. Aos poucos retomamos o nosso ritmo defensivo e também equilibramos o ataque. Recuperamos o marcador e ficando a 2 pontos entramos no jogo. No 3º e 4º quarto o jogo foi mais equilibrado e emotivo, com ataques organizados, disputas fortes de posse de bola e muita luta nas tabelas de ambas as partes.

Estando já a duas jornadas do final do campeonato as rotinas ofensivas e defensivas estão já assimiladas e estruturadas, contudo há sempre questões e situações em que nos deparamos e temos sempre de solucionar de maneira rápida e eficaz, por vezes não serão as mais adequadas e/ou acertadas, mas só com este tipo de experiências é que uma equipa evoluiu e consegue resolver de forma eficaz e assertiva qualquer situação mais desconfortável que surja. Assim, e quase acabar o campeonato, podemos dizer que quando não ganhamos também não perdemos, mas sim aprendemos.

Todos os treinos são dias de trabalho árduo, muito vontade e acima de tudo muita união, é a partir deste conceito que estamos sempre a evoluir e a construir uma verdadeira equipa.

 

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.