Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

“É preciso garantir que os professores não andam com a casa às costas”

Conhecedor da pasta que assumiu no XXII Governo, João Costa promete trabalhar para que Portugal tenha a população cada vez mais qualificada e preparada para os desafios que se colocam ao país. Por isso, aposta na “estabilidade das pessoas e das equipas”

É um homem que conhece bem o terreno que pisa, uma vez que estava no ministério da Educação como secretário de Estado há cerca de sete anos. Como está a correr a nova função de ministro?

Eu costumo dizer que não sou ministro, estou ministro. É um papel que encaro como transitório, porque o que sou é professor, que é a minha profissão. Mas reconheço que é um transitório já bastante duradouro, sendo que já passaram quase sete anos de funções. Encaro este novo desafio com enorme responsabilidade e o mesmo entusiasmo de sempre.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.