Domingo, 22 de Maio de 2022

Em 2021, o Turismo fluvial retoma 23% face ao ano anterior

O turismo fluvial, no rio Douro, registou uma recuperação de 23,34% face a 2020, ano em que este segmento sofreu um acentuado decréscimo em consequência da pandemia da Covid-19.

Segundo dados da Lusa, a APDL registou o aumento com o aumento para 279.151 passageiros a viajar na via navegável, 160.897 (58%) dos quais em cruzeiros na mesma albufeira e noturnos, 74.438 em cruzeiros de um dia (27%), 33.307 em barcos-hotel (12%) e 10.151 (4%) em embarcações de recreio.

Em 2020, devido às limitações originadas pela pandemia, as embarcações estiveram paradas durante alguns meses, transitando, no rio Douro, apenas 226.333 passageiros, menos 86,24% do que o valor registado em 2019.

No ano passado, os melhores meses para o turismo fluvial foram agosto (21,2%), seguido de setembro (16,6%), julho (15%) e outubro (12,9%), tendo sido praticamente residual no primeiro trimestre.

No que compete ao transporte de mercadorias na via navegável, a agência Lusa redigiu que no ano passado foram transportadas 20.545 toneladas, verificando-se uma quebra de 50,32% face a 2020.

A inauguração dos 210 quilómetros da VND entre o Porto e Barca d´Alva, em 1990, permitiu a abertura de portas ao turismo, consolidada em 2001 com a classificação do Douro como Património Mundial da UNESCO.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

Homem encontrado morto em casa

PREMIUM

Um lar a que todos chamam casa

Homem morre em colisão

Homem morre afogado em Valdanta

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.