Quinta-feira, 29 de Setembro de 2022

Empate não agradou a ninguém

O Montalegre esteve a perder por duas ocasiões, no entanto podia ter vencido se houvesse mais pontaria

-PUB-

FUTEBOL CAMP. DE PORTUGAL — SÉRIE A

O relvado dos Moinhos Novos apresentou-se com relva demasiado alta, o que criou algumas dificuldades ao conjunto transmontano. Num desses lances, ao minuto 11, o Montalegre perde a bola na fase de construção e Guerra aproveita para inaugurar o marcador. A reação dos transmontanos foi imediata e Rúben Neves assiste Xavi que cruza para conclusão perfeita de Samate, o melhor do Montalegre. O Maria da Fonte responde com remates fortes de Joãozinho e Telmo. Num festival de futebol ofensivo, Rúben Neves isola-se, mas atira ao lado. De bola parada, Miguel Ângelo obriga o guarda-redes do “Maria” a defesa apertada para canto. Ao minuto 41, a bola quase entra na baliza minhota, valeu a intervenção providencial a evitar o pior. A fechar o primeiro tempo, o juiz Marco Cruz assinala grande penalidade contra o Montalegre, considerando falta de Luan sobre Guerra. Um penálti que não nos parece existir. Na transformação, Telmo quase permite defesa de Jeimes que ainda toca na bola com as pernas. Gerou-se grande burburinho e o árbitro expulsou o capitão João Fernandes e o técnico-adjunto Rúben Santos, que estavam no banco de suplentes. 

A primeira meia hora da etapa complementar foi toda dos

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.