Sábado, 19 de Junho de 2021

Estado de emergência para “achatar a curva”

Com o aumento exponencial do número de casos diários e mortes por Covid-19, o presidente da República voltou a decretar o estado de emergência, alargando as medidas restritivas a todo o país

-PUB-

Uma semana depois de o Governo ter lançado um conjunto de medidas restritivas para os 121 concelhos com maior risco de contágio, o presidente da República decretou o estado de emergência para todo o país com o objetivo de “achatar a curva” e evitar o colapso do Serviço Nacional de Saúde (SNS).  

Segundo o boletim epidemiológico de 10 de novembro, Portugal ultrapassou as três mil mortes e registou, em 24 horas, perto de quatro mil novos casos. A região norte continua a ser a que regista a maioria dos novos casos, totalizando 91.212 e somando 1.370 mortos desde o início da pandemia, em março. 

BRAGANÇA

No distrito de Bragança, a situação do lar “Hospitel”, em Mirandela, está

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.