Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021
©Mariana Ribeiro

Feira das Cebolas marcada pela chuva e dificuldade em escoar produto

Os agricultores e produtores esperavam maior afluência à Praça Luís de Camões naquela que é a mais importante feira aguiarense. A culpa não morreu solteira e foi atribuída à chuva que foi caindo e acabou “por afastar as pessoas.

-PUB-

Apesar das restrições impostas pela pandemia, a chuva foi o principal inimigo dos agricultores e produtores que rumaram à Feira das Cebolas de Vila Pouca de Aguiar, no sábado. Apesar das tréguas que foi dando, prejudicou o escoamento de produtos e defraudou as expectativas.

Maria de Fátima Fernandes, 68 anos, é natural de Loivos,

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.