Terça-feira, 31 de Janeiro de 2023
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Freixieiro, 13 – AAUTAD/Realfut, 1

“Vamos trabalhar, sobretudo ao nível psicológico, porque queremos que os jogadores recuperem a confiança”, referiu Fernando Parente, treinador da equipa da Associação Académica da Universidade de Trás-os- -Montes e Alto Douro (AAUTAD)/Realfut que, no dia 13, sofreu uma goleada, frente ao Frexieiro, em mais uma jornada a contar para a divisão máxima do Campeonato Nacional […]

-PUB-

“Vamos trabalhar, sobretudo ao nível psicológico, porque queremos que os jogadores recuperem a confiança”, referiu Fernando Parente, treinador da equipa da Associação Académica da Universidade de Trás-os- -Montes e Alto Douro (AAUTAD)/Realfut que, no dia 13, sofreu uma goleada, frente ao Frexieiro, em mais uma jornada a contar para a divisão máxima do Campeonato Nacional de Futsal.

Segundo o mesmo responsável, embora a equipa soubesse que ia ser um jogo difícil, tendo em conta que o Freixieiro é um dos fortes candidatos ao título, o resultado do encontro foi um “descalabro”.

“Os primeiros quatro golos da partida foram dados de bandeja”, referiu Fernando Parente, salientando que, mais uma vez, os erros dos jogadores transmontanos foram aproveitados pelos adversários e que “a força anímica, o grau de reacção e a lucidez de jogo foi-se perdendo”.

A primeira parte do encontro pertenceu à equipa da casa, com o marcador a assinalar o 7-0, na altura do apito para o intervalo.

Na segunda metade da partida, o Freixieiro continuou a somar golos, com especial destaque para Cardinal, o jogador que, em três minutos consecutivos, conseguiu chegar, com sucesso, à baliza adversária, por três vezes.

Após 12 golos sofridos, a AAUTAD lá conseguiu inaugurar o marcador, pelo seu lado, com uma finalização bem sucedida de Vítor Hugo. Apesar disso, a pouco mais de um minuto para o final do encontro, a equipa da casa ainda conseguiu aumentar a vantagem, para 13-1.

Mais uma vez, a equipa de Vila Real apresentou “desnorte e pouca concentração”. No entanto, como explicou o seu técnico, durante esta semana, a preparação vai incidir, sobretudo, no plano psicológico, de modo a restituir a confiança dos atletas que ainda não conseguiram um resultado positivo, nesta época, sendo de realçar, apenas, um empate, frente ao Fundão, por quatro bolas.

Na próxima jornada, a sexta do campeonato, a AAUTAD/Realfut vai receber, no dia 20, na Nave de Desportos da universidade transmontana, o Instituto D. João V, equipa que já conquistou duas vitórias e dois empates, mantendo o 7.º lugar da tabela classificativa, com oito pontos, enquanto o grupo de Fernando Parente se encontra em último, à semelhança do Vila Verde e do Nogueirense, com, apenas, um ponto conquistado.

 

Maria Meireles

 

 

FICHA TÉCNICA

 

Jogo disputado no Pavilhão da Associação Recreativa de Freixieiro, em Matosinhos.

FREIXIEIRO –Toni (GR), Ivan, Néné, Israel, Wilson, Ricardo, Júlio César, Dan Dan, Cardinal, Paulino, Miguel Mota e Roque (GR).

Treinador: Joaquim Brito.

AAUTAD/REALFUT– Rui Cunha (GR), Zira, Paulo Duarte, Vítor Hugo, Berto, Mingo, Nito, Hélder Resende, Ivo Rodrigues, João Ribeiro e Lincon.

Treinador: Fernando Parente.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.