Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

Ginásios fechados? Faça exercício a partir de casa

São cada vez mais os ginásios a disponibilizar aulas online para que quarentena não seja sinónimo de sedentarismo.

-PUB-

Já diz o ditado que se Maomé não vai à montanha, vai a montanha a Maomé. Esta bem pode ser a máxima de muitos ginásios que, com as portas fechadas devido à pandemia de Covid-19, se estão a reinventar para que o exercício físico não seja deixado para segundo plano.

O Ginásio Clube Mirandelense é um desses exemplos. As aulas de Aerokick Intensytive Mix, modalidade que junta kickboxing com aeróbica, surgiram há praticamente três anos pelas mãos do Mestre José Pina e rapidamente foram ganhando adeptos. Agora, as aulas são virtuais e a experiência “está a ser muito boa”. 

“Todos os meses temos despesas na ordem dos mil euros. Decidi lançar o desafio aos atletas para termos aulas online, para fazer face aos gastos que temos, e o desafio foi aceite”, explicou, à VTM, o antigo campeão do mundo de kickboxing.

E desengane-se quem pensa que a motivação não chega ao lado de lá. “Eu como treinador imagino a sala cheia e trabalho como se eles estivessem à minha frente. Estou sempre a puxar por eles e pelas fotografias e vídeos que nos vão enviando, sei que está a correr tudo bem”, confessa José Pina.

ATLETAS SATISFEITOS

João Paulo Nunes pesava 113kg quando decidiu juntar-se ao Ginásio Clube Mirandelense. Passados dois anos e meio, perdeu 33kg e admite que “enquanto as aulas online não avançaram desleixei-me um bocadinho e agora estou muito aquém do meu ritmo de treino”.

Em regime de teletrabalho e com filhos pequenos, que acabam por se juntar a ele durante os treinos online, João Paulo confessa que “o exercício físico, tendo em conta as circunstâncias atuais, ajuda também a aliviar o stress e a tensão de passar horas fechado em casa”.

Também Elisabete Costa reconhece que “vivemos tempos de grandes mudanças e encontrar estratégias que nos ajudem a ultrapassá-las são uma mais valia para encarar o dia a dia”.

Sobre as aulas online, Elisabete garante que “estar em casa é diferente de estar no ginásio, com outras pessoas, mas, mesmo assim, o mestre tem a capacidade de nos alegrar e de puxar por nós. Estou muito grata pelo facto de o mestre nos ter dado esta oportunidade”. 

Tal como João Paulo, também Elisabete conta com um companheiro muito especial durante as aulas. “O meu filho, que vai fazer dois anos, fica entusiasmado e tenta acompanhar o mestre”.

As aulas são apenas para os atletas do Ginásio Clube Mirandelense, que pagam uma mensalidade de 20 euros, e decorrem às segundas, quartas e sextas das 18h às 19h.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.