Sexta-feira, 25 de Junho de 2021

GNR e PSP detiveram 13 pessoas

O Comando Territorial de GNR de Vila Real deteve, na semana de 25 de fevereiro a 3 de março, sete indivíduos em flagrante delito, destacando-se cinco por condução sob o efeito de álcool e um por condução sem habilitação legal.

-PUB-

Quanto ao trânsito, a GNR detetou 386 infrações, destacando-se 209 por excesso de velocidade, 18 por falta de inspeção periódica obrigatória, 13 por falta ou incorreta utilização de cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 13 por uso de telemóvel durante a condução.

Registaram-se 34 acidentes, de onde resultam 25 feridos leves e um ferido grave.

Foram ainda emitidos 19 autos de contraordenação: nove no âmbito da legislação policial e dez no âmbito da legislação da proteção da natureza e do ambiente.

O Comando Distrital da PSP de Vila Real, deteve no período compreendido entre os dias 25 de fevereiro e 4 de março, seis cidadãos por condução sob o efeito de álcool. Registaram-se 13 acidentes e um atropelamento.

No que se refere às infrações ao Código da Estrada, a PSP assinalou quatro infrações muito graves por excesso de álcool e 15 infrações graves, das quais se destacam uma por excesso de álcool, quatro por uso de telemóvel durante a condução, um por não cedência de passagem de peão na passadeira, dois por falta de seguro obrigatório, dois por transporte de crianças sem retenção, três por utilização da via mais à direita não saindo imediatamente e dois por estacionamento. Foram ainda levantados 104 ancos leves, três por não utilização de cinto de segurança, um por falta de seguro obrigatório e 100 por estacionamento.

Foram apreendidas quatro doses de heroína.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.