Sábado, 21 de Maio de 2022

GNR procura homem de 64 anos desaparecido em Montalegre

O homem, residente em Linharelhos, freguesia de Salto, está desaparecido desde o final da tarde de ontem, altura em que foi visto pela última vez por um popular. De acordo com a GNR de Vila Real, as buscas envolvem equipas cinotécnicas e um 'drone'

De acordo com o tenente-coronel Eduardo Lima, Oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial da GNR de Vila Real, “o alerta às autoridades foi dado pelas 02h30 pelos Bombeiros Voluntários de Salto, altura em que começaram as buscas que, esta manhã, foram reforçadas com meios cinotécnicos e com uma equipa especializada nesta matéria (desaparecimentos) que opera com um objeto não tripulado, um ‘drone’ próprio”.

Segundo o tenente-coronel, “a informação que temos, neste momento, é a de que o homem que está desaparecido terá sido visto, pela última vez, ao final da tarde de ontem”, informação avançada, também, pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Salto num apelo à população, feito através das redes sociais.

“Manuel Gonçalves Martins, nascido em 09/12/1957, natural e residente em Linharelhos (Salto) está desaparecido desde o final da tarde de ontem. Pedimos a todos os que possam ter alguma informação que contactem a Guarda Nacional Republicana, posto territorial de Montalegre, através do número de telefone 276 510 300”.

De acordo com a GNR de Vila Real, “este homem, de 64 anos, terá alguns problemas de saúde, que podem agravar esta situação (de desaparecimento), embora seja uma informação fundamental para nós trabalharmos”.

Segundo Hernâni Carvalho, comandante dos Bombeiros Voluntários de Salto, que se encontram a colaborar com as autoridades desde o momento inicial, “para já, o perímetro das buscas é muito reduzido, uma vez que o homem terá sido visto, pela última vez, a um quilómetro da habitação. Neste momento, estamos a descartar qualquer hipótese nesse perímetro. Durante a tarde, naturalmente iremos alargar o perímetro das buscas”.

Em atualização.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.