Domingo, 13 de Junho de 2021

Hernâni Dias diz que posição da CNE subverte valores da democracia

O presidente da câmara de Bragança discorda em absoluto da deliberação da CNE que acusa de estar a enveredar “por um caminho estranho”.

-PUB-

O presidente da câmara municipal de Bragança, Hernâni Dias, considera que a posição defendida pela Comissão Nacional de Eleições que, em comunicado, proíbe a “publicidade institucional por parte dos órgãos do Estado e da Administração Pública de atos, programas, obras ou serviços, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública”, põe em causa os princípios democráticos. “Parece-me algo que quase subverte os valores da democracia de as pessoas poderem ter acesso à informação e quem a detém poder divulgá-la aos cidadãos”, sublinhou o autarca, acrescentando discordar em absoluto da deliberação da CNE que acusa de estar a enveredar “por um caminho estranho”.

“Não concordo com essa medida, não me parece que numa altura em que a liberdade de expressão é algo que está presente na vida das pessoas e estar a proibir que o próprio cidadão tenha acesso a informação, uma informação normal”, sublinhou, lembrando que “até agora sempre foram publicadas obras que se iriam concretizar e, no caso dos municípios, se têm as obras a iniciar, a serem lançadas, porque não podem ser publicitadas?”.

A CNE justifica a medida de proibição, fundamentando-a nos “deveres de neutralidade e imparcialidade a que as entidades públicas se encontram sujeitas”, uma explicação que o presidente do município de Bragança diz não conseguir entender.

 

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.