Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Idosos com apoio na aquisição de medicamentos

Inscrições já se encontram abertas. Numa primeira fase será dado um apoio de 100 euros por utente, mas o montante deverá ser revisto no início de cada ano.

-PUB-

Com o objetivo de apoiar as pessoas mais carenciadas, a autarquia de Santa Marta de Penaguião lançou o “Programa Solidarius”, que consiste num apoio financeiro a pensionistas, idosos e doentes crónicos, residentes no concelho, para aquisição de medicamentos com receita médica do Serviço Nacional de Saúde. As inscrições já se encontram abertas e as pessoas que irão usufruir desta medida social são aquelas em que o seu rendimento mensal per capita não ultrapassa 80 por cento do valor indexante de apoios sociais.

Depois de vários apoios para fixar a população, que nos últimos anos tem abandonado o concelho por falta de emprego, a autarquia penaguiota encontra assim mais uma forma de dar qualidade de vida aos seus munícipes, já que também comparticipa a aquisição de fraldas, a recuperação de habitações degradadas e atribui bolsas de estudo aos mais necessitados.

O presidente do município, Luís Machado, refere que esta nova medida já vem tarde, uma vez que pretendia que fosse implementada no primeiro semestre deste ano. “Devido a várias dificuldades, só agora foi possível avançar com este apoio, numa verba a rondar os 100 euros por utente”. No entanto, esta verba poderá “ser revista e aumentada, dependendo da forma como irá correr a implementação do apoio na prática”.

As duas farmácias do concelho aderiram à iniciativa que nesta primeira fase irá abranger cerca de 30 utentes, mas o autarca prevê que esse número aumente em 2015, salientando que a edilidade está preparada para fazer face a esse eventual aumento.

O protocolo foi assinado entre a autarquia, as IPSS, o centro de saúde e a Segurança Social. Ainda este ano os mais carenciados vão poder usufruir deste benefício para adquirir os seus medicamentos.

No total, a autarquia investiu cerca de 250.000,00€ na Ação Social Solidarius em Santa Marta mas o projeto está só a começar. As parcerias com as IPSS, centro de saúde, CLAS (Núcleo Local de Ação Social) e a futura Loja Social são “o caminho certo para um concelho que pretende erradicar a pobreza”, sublinha o autarca.

Três famílias terão uma nova habitação já em janeiro

Outra medida social do concelho abrange a recuperação das antigas escolas primárias, que irão ser aproveitadas para habitação social, que servirão para alojar famílias que vivem atualmente em más condições e têm dificuldades financeiras. Santa Marta tem neste momento nove famílias que precisam de uma nova habitação. “Ainda este ano, as obras ficarão concluídas e já em janeiro serão entregues as chaves das novas habitações a três famílias, num investimento que rondou os 50 mil euros”.

As escolas reabilitadas são na localidade de Paredes, Sanhoane e Concieiro.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.