Domingo, 3 de Julho de 2022

IP anuncia melhoria da ER315

A Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou hoje que vai investir 3,1 milhões de euros na melhoria da estrada regional ER315, utilizada por quem viaja do sul do distrito de Bragança para Mirandela

Mirandela tem o hospital de referência para doentes de alguns concelhos da região e é por esta estrada que seguem, nomeadamente ambulâncias de emergência, num percurso sinuoso que atravessa várias localidades.

A Infraestruturas de Portugal informou hoje que “assinou o contrato para a empreitada de reabilitação” desta estrada, com “um investimento de cerca de 3,1 milhões de euros na melhoria dos níveis de conforto, mobilidade e segurança da rede rodoviária no distrito de Bragança”.

Trata-se de um troço com 19,4 quilómetros, entre a zona industrial de Mirandela e o cruzamento com a estrada nacional EN102, na zona de Bornes, no concelho de Macedo de Cavaleiros e “a intervenção a realizar consiste na beneficiação integral” deste troço, segundo a IP.

A empresa pública explica, em comunicado, que “no âmbito da empreitada será feita a reabilitação total do pavimento, a reparação, adequação e reforço da sinalização e dos equipamentos de segurança da via”.

Sem referência a alterações ao atual traçado, a IP acrescenta que “a intervenção prevê ainda a melhoria da geometria das interseções, mantendo-se a largura da plataforma atual, pavimentando as bermas em betuminoso nos locais onde tal é possível”.

Segundo a empresa, “nas zonas de travessia urbanas, a pavimentação das bermas será em cubos de granito, complementando o existente”.

A empreitada contempla também o sistema de drenagem da via, onde “serão realizados trabalhos de limpeza, desobstrução e reconstrução dos órgãos já instalados, e construídas novas valetas órgãos complementares”.

A Infraestruturas de Portugal ainda vai remeter o contrato para o Tribunal de Contas a fim de obter o necessário visto prévio por parte desta entidade. De acordo com a IP, “somente após a concessão do referido visto, poderá a empreitada ser consignada e ter início no terreno, o que se estima possa ocorrer no decorrer do segundo semestre deste ano”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.