Terça-feira, 19 de Outubro de 2021

“Loja Eco” premiada

A “Loja Eco” do Ecomuseu de Barroso, Montalegre, foi distinguida como uma iniciativa meritória no empreendedorismo social. O prémio foi promovido pelo Instituto de Empreendedorismo Social (IES), em parceria com o Governo Civil de Vila Real, Fundação EDP e as câmaras municipais de Alijó, Boticas, Mondim de Basto, Montalegre, Murça, Ribeira de Pena e Sabrosa.

-PUB-

O Ecomuseu de Barroso volta a arrecadar mais um prémio. Desta feita, através da Loja Eco (valorização da identidade local através do apoio à comercialização da produção dos artesãos regionais; Ecomuseu do Barroso). 

O IES partiu à procura de iniciativas que promovem maior bem-estar social no distrito de Vila Real. Com a colaboração de docentes da UCP, ISCTE, Universidade de Lancaster e INSEAD, foi aplicada a metodologia pioneira ES+ de identificação de projectos inovadores na resolução de problemas sociais e ambientais, com elevado potencial de transformação social e escalabilidade.

A apresentação pública de resultados do ES+ Vila Real decorreu no Auditório das Geociências da UTAD, em Vila Real, contou com a presença de 45 pessoas, incluindo representantes da Fundação EDP, UTAD, das diferentes autarquias e de organizações dos sectores público, privado e social. No final da sessão, o IES e a UTAD assinaram um protocolo de colaboração futura nas áreas da investigação e formação com o objectivo de dar continuidade ao trabalho realizado.

Para Miguel Alves Martins, director executivo do IES, «foi uma oportunidade de reconhecer boas ideias, boas iniciativas e óptimos resultados. Foi um momento de celebração».

Este evento marca a consolidação de uma estratégia de apoio e desenvolvimento do empreendedorismo social em Portugal, que começou no município de Cascais no ano passado e serve para apresentar e homenagear publicamente cinco iniciativas de empreendedorismo social em Vila Real (5 ES+) e três iniciativas de empreendedorismo de desenvolvimento local.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.