Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

Luxos de Pobre

Todos percebemos que vamos ter menos benefícios e mais encargos para pagar. O Estado somos nós. Mais ninguém vai pagar a factura desta impensável crise.

-PUB-

A questão está em saber o que vamos perder. Nunca ninguém imaginou que os salários dos funcionários públicos fossem reduzidos. E que outros benefícios sociais fossem cortados.

A despesa do Estado tem que emagrecer. Mas, também por isso, ganhamos o direito de questionar desperdícios. Queremos exemplos, que venham de cima.

Neste cenário aflito, onde se tem que cortar em tudo o que se pode, para que quer o Estado duas televisões e três estações de rádio, que todos somos obrigados a pagar?!

Para a propaganda dum regime, nós até percebemos. Mas, neste Estado democrático, onde o Governo tem o tempo de antena que precisa nos canais privados, de acordo com a Lei, por que havemos nós

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas | opinião

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.