Terça-feira, 15 de Junho de 2021

Medidas no Natal mantêm-se, regras no Ano Novo apertam

Na semana em que o presidente da República renovou o estado de emergência, o sétimo desde o início da pandemia, o primeiro-ministro anunciou novas regras, mais apertadas, para a celebração do Ano Novo.

-PUB-

António Costa avisou que as regras para o Natal e Ano Novo, inicialmente anunciadas no sexto período de estado de emergência, poderiam ser revistas caso a situação pandémica não melhorasse.

Pouco mais de uma semana depois, e na renovação do estado de emergência, o sétimo, o primeiro-ministro manteve as medidas para o Natal, mas recuou no que diz respeito às regras no Ano Novo, pedindo aos portugueses para “cortar completamente as celebrações” na passagem do ano. Recolher obrigatório a partir das 23 horas de 31 de dezembro e a partir das 13 horas nos dias 1, 2 e 3 de janeiro.

Com o surgimento de uma nova estirpe do vírus SARS-CoV-2 no Reino

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.