Sábado, 16 de Outubro de 2021

“Mobilidade Verde”: o futuro está aí…

A mobilidade urbana, entendida como consequência do desenvolvimento económico-social, da expansão urbana e da distribuição espacial das actividades, assume, nos dias de hoje, um papel determinante na promoção da melhoria da qualidade de vida das populações e é tida como um factor decisivo para a competitividade das cidades e das regiões e para a promoção da coesão territorial e social. Daí que esteja na ordem do dia a procura de soluções que ofereçam níveis de mobilidade consentâneos com os padrões e ritmos da vida moderna, através da adopção de sistemas mais eficientes do ponto de vista energético e ambiental, menos dependentes dos produtos petrolíferos e com reduzidas emissões de Gases com Efeito de Estufa.

-PUB-

Várias cidades têm vindo a destacar-se naquilo que já vem sendo chamado de Green Mobility. É o caso de Freiburg, cidade com cerca de 200.000 habitantes, considerada a mais sustentável do mundo que, para implementar as LEZ (Low Emission Zones), teve de desincentivar o tráfego de automóveis no centro da cidade. Para isso, pôs em prática o conceito de cidade compacta, dando prioridade ao crescimento central sobre o crescimento periférico e, simultaneamente, fortaleceu os bairros centrais com uma  política de transportes públicos eficiente nas principais artérias urbanas. A relação entre o número de bicicletas e o número de automóveis é de aproximadamente o dobro. As bicicletas circulam ao longo de cerca de 420 km de

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas | opinião

O povo é quem mais ordena

Sobre a ferrovia em Trás-os-Montes

Ferrovia Boas Notícias

E agora?

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.