Terça-feira, 6 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Muitas alterações, no plantel

Já há “fumo branco”, quanto ao planeamento da nova temporada do S. C de Vila Real. Consumada que está a descida ao Distrital da A.F de Vila Real, os dirigentes “alvi-negros” já estão a preparar a nova época que se avizinha. Em relação ao plantel da época passada, houve muitas alterações. Ao comando técnico do […]

PUB

Já há “fumo branco”, quanto ao planeamento da nova temporada do S. C de Vila Real. Consumada que está a descida ao Distrital da A.F de Vila Real, os dirigentes “alvi-negros” já estão a preparar a nova época que se avizinha.

Em relação ao plantel da época passada, houve muitas alterações.

Ao comando técnico do conjunto transmontano regressou o Prof. Luís Pimentel, um treinador que conhece bem os “cantos da casa”. A seu lado, como adjuntos, estarão Zé Monteiro (atleta) e Machado (ex-atleta dos vila-realenses que foi o treinador do Fiolhoso, na última época). “Ainda se está à espera de chegar a acordo com mais quatro ou cinco atletas” – disse–nos Abel Ferreira.

O grupo de trabalho, para a nova temporada, já apresenta alguns nomes. Assim e por sectores, já são atletas do “Bila”: Guarda-Redes – Vieira (renovou) e Carlos (ex-Santa Marta). Defesas – Nuno Fredy (ex-Alijoense), Sandro, Zé Monteiro, Miguel Teixeira (ex-Santa Marta), Caniggia e Peixoto(ex-Pedras Salgadas). Médios – Ernesto, Fraguito (ex-Macedo de Cavaleiros) e Luís Carlos (ex-Alijoense). Avançados – Palhares (ex-Sabroso), Gabriel (ex-Santa Marta) e Pedro Alves (ex-Cerva).

O primeiro dia de trabalhos está marcado para 10 de Agosto, no Monte da Forca.

 

Jmcardoso

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.