Domingo, 9 de Maio de 2021

Município acusa Resinorte de “má gestão”

Denúncia surgiu depois de várias queixas da população das localidades em redor da infraestrutura por causa do mau cheiro e das descargas que a empresa faz na rede de águas pluviais

“Um possível derrame de lixiviado proveniente do aterro sanitário, localizado na rede de águas pluviais da autoestrada A24 à entrada do acesso da EM313-1 para a A24, junto ao nó do aterro sanitário” foi a gota de água que fez transbordar o copo relativo ao tema da infraestrutura localizada em Mosteirô, na freguesia de Andrães. 

Depois das inúmeras queixas da população e constatada a gravidade da situação e comprovada no local, a Câmara Municipal de Vila Real decidiu denunciar o problema às autoridades competentes. “Fizemos queixa à APA, à CCDR-Norte, à GNR e ao SEPNA para que ajam em conformidade e também contactamos a Resinorte, que hoje gere aquele aterro sanitário, no sentido de uma vez

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.