Quarta-feira, 16 de Junho de 2021

Município organizou sessão para refletir sobre os direitos das mulheres

Com o objetivo de assinalar o Dia Internacional da Mulher, a câmara municipal de Lamego realizou uma sessão evocativa que visou estimular a reflexão sobre os direitos das mulheres.

-PUB-

Esta iniciativa foi levada a cabo na esperança de que o dia 8 de março seja uma data de celebração da plena igualdade nas diversas formas da sua participação na sociedade.

No Salão Nobre dos Paços do Concelho, estiveram quatro mulheres convidadas que se notabilizam pela sua atividade profissional e social: a escritora Aurora Simões de Matos, a campeã nacional de triatlo Beatriz Pinto, a Founder & CEO da Allby Helena Rodrigues e a atriz Sofia Alves.

Para além desta sessão evocativa, a promoção da igualdade de género em Lamego passará também, de 19 a 31 de março, pela exposição "40 anos, 40 cartazes", uma mostra que relata a intervenção da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género ao longo de quatro décadas, e a projeção de dois filmes, no TRC, onde as mulheres são protagonistas, relatando o combate à discriminação em razão do sexo.

"Volvidos 40 anos sobre a convenção para a eliminação de todas as formas de discriminação sobre as mulheres, o instrumento internacional mais relevante para a área da igualdade de género, percebemos que, não obstante as conquistas alcançadas, ainda há um longo caminho a percorrer. Estas questões preocupam-nos. E, por esta razão, entendemos que a sua reflexão tem de estar na agenda local", explicou a vereadora Ana Catarina Rocha que também moderou esta sessão subordinada ao tema "Do Passado ao Presente: O Papel da Mulher na Construção da Sociedade".

Durante a intervenção de abertura do evento, o presidente da autarquia, Ângelo Moura, também enfatizou que cabe a cada cidadão fazer a diferença, fazendo a rejeição do preconceito e da discriminação.

Proclamado oficialmente pelas Nações Unidas em 1975, o Dia Internacional da Mulher é assinalado em todo o mundo dando estímulo à luta das mulheres pela igualdade de direitos e recordam-se neste dia as suas conquistas sociais, políticas e económicas.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.